Guimarães integra plataforma de reutilização de livros escolares
9 de julho de 2018

O concelho de Guimarães passou a integrar uma plataforma digital e intermunicipal de reutilização de livros escolares, permitindo às famílias poupanças até 60%, anunciou hoje a autarquia.

Em comunicado enviado à agência Lusa, a Câmara de Guimarães explica que o município aderiu ao programa SPIN, "uma plataforma de Reutilização de Manuais Digital e Intermunicipal, totalmente profissional e adaptada aos hábitos e às novas tecnologias", sendo que o projeto surge no desenvolvimento de uma ideia apresentada no âmbito do Orçamento Participativo de Guimarães.

O processo, explica o texto, desenvolve-se em dois passos: "Entregando os manuais, válidos e em bom estado, ao programa SPIN, as famílias recuperam até 20% do valor de cada manual. Da mesma forma, podem adquirir os manuais para o próximo ano letivo com 60% de desconto. A poupança pode chegar aos 80%", lê-se.

A autarquia refere que "para a entrega dos manuais usados, deve ser criada uma conta, onde o munícipe regista os manuais que pretende entregar", podendo fazê-lo através de duas formas: no 'website' spinGuimaraes.pt ou através de smartphone, com a aplicação do Programa SPIN, bastando apontar a câmara do telemóvel para o código de barras do livro e, automaticamente, o livro fica registado.

Na mesma conta, é possível "reservar os manuais para o ano letivo seguinte". Basta escolher a escola e o ano letivo de cada um dos filhos e, automaticamente, o sistema apresenta a lista dos manuais que serão adotados pela escola, podendo selecionar aqueles que pretende receber.

Os seus manuais podem ser entregues até dia 27 de julho e a reserva dos livros escolares para o próximo ano letivo decorre até 03 de agosto, sendo que os pontos de recolha serão nos agrupamentos de escolas indicados na própria plataforma.

O programa SPIN Guimarães é desenvolvido em parceria com a Book in Loop.

Ler artigo completo em: NOTÍCIAS AO MINUTO