Câmara de Almodôvar lança “Orçamento Participativo Jovem”

A Câmara de Almodôvar lançou nesta semana a primeira edição do “Orçamento Participativo Jovem” (OPJ), que desafia os jovens até 30 anos naturais do concelho a apresentaram propostas de investimentos municipais.

“Queremos preparar o concelho para o futuro. E isso significa incluir os jovens”, justifica ao “CA” o presidente da autarquia, António Bota, considerando que “criar infraestruturas e fomentar o empreendedorismo, mas depois não incluir os principais beneficiários seria uma grande asneira”.

“Basicamente, as infraestruturas necessárias estão feitas e o concelho está bem apetrechado. Falta-nos agora preparar o concelho para as novas realidades que aí vêm e para as novas exigências. E quem melhor que os nossos jovens para nos darem conselhos sobre o que fazer”, explica António Bota.

Nesse sentido, a fase de apresentação de propostas ao OPJ de Almodôvar decorre até 15 de Maio, tendo a iniciativa uma dotação de 50 mil euros. Entre este sábado, 20, e o dia 15 de Maio realizam-se assembleias participativas em diversos pontos do concelho.

Depois terá lugar a fase de votação, de 1 de Junho a 30 de Julho, sendo que as propostas mais votadas, a revelar no dia 1 de Agosto, serão depois executadas pela Câmara Municipal.

“O OPJ é aberto a todo o tipo de projetos, seguindo uma linha de ideias relacionada com empreendedorismo, inovação social ou infraestruturas de apoio à criação de emprego. No fundo, projetos que lancem o concelho de Almodôvar numa perspetiva de preparação do futuro”, adianta António Bota.

O autarca não esconde que há muita curiosidade em ver as propostas de investimento que os jovens almodovarenses irão apresentar.

“Não temos noção dos projetos que vão aparecer, mas estamos expectantes e, de certa maneira, queremos ser surpreendidos. Muita coisa boa vai aparecer, com certeza”, antevê o presidente da Câmara de Almodôvar, admitindo a possibilidade de ser criada “uma lista de projetos a concretizar no próximo mandato com as ideias que daí venham”.

António Bota acrescenta ainda que o OPJ veio… para ficar. “É a primeira vez que se faz na Câmara de Almodôvar, vai ser uma experiência nova, mas queremos que perdure no tempo”, conclui o presidente da Câmara Municipal.

Notícia disponível em Correio Alentejo.